Decoração com Grafismo

03/03/2016 12:27

O grafismo é uma tendência em decoração de ambientes. De uma forma geral se destaca pela utilização de formas e riscos tribais, e pode ter referências a pop art, psicodelia, cubismo, arte expressionista e a alguma cultura étnica específica.

Esse tipo de decoração é caracterizado pela combinação de traços e formas geométricas bastante simples e com certa repetição de padrões e tamanhos variados que conferem para o ambiente harmonia e equilíbrio.

Muitas vezes o grafismo é bem-vindo para decorar espaços pequenos, conferindo unidade para o ambiente, o tirando da monotonia e dando a sensação de mais espaço e profundidade.

Porém, independente de ser aplicado em ambientes reduzidos ou em espaços mais amplos, deve ser comedido e bem planejado, pois o excesso pode acarretar em ambientes sem a harmonia desejada.

Os grandes decoradores apostam nessa tendência por conseguirem aliar um estilo moderno com visual retrô. O caráter artístico dos padrões proporcionados deixa o local versátil, uma vez que tais características de traços e formas podem ser aplicadas não apenas nas paredes, mas também em detalhes específicos do ambiente, tais como móveis e até objetos. Enfim, o grafismo denota inúmeras possibilidades de criação e aplicação.
 

Os tipos distintos de Grafismo
 

Modelos de grafismo usados para decoração de ambientes. Grafismos na cor preta com fundo em branco.

A técnica é bastante abrangente e depende muito da proposta do decorador. Alguns dos tipos mais citados e vistos são aqueles baseados em padrões tribais e étnicos, que remetem aos símbolos e traços de uma determinada cultura. Nesse caso é possível citar:

Grafismo Indígena Brasileiro

Esse tipo de textura traz detalhes referentes as inúmeras tribos nativas do Brasil. Conta com traços que representam elementos básicos da cultura indígena, tais como elementos da natureza e até padrões geométricos abstratos.


Grafismo Indiano

Marcado por linhas mais sinuosas e curvilíneas e com aspectos florais. É indicada para alcançar um ambiente que expresse delicadeza e tranquilidade.


Grafismo Polinésio

Esse tipo de grafismo apresenta traços que remetem a cultura Maori. Os traços são baseados na linguagem Ta Moko, que faz parte da cultura desse povo

Além dos modelos étnicos e conceituais, o grafismo também conta com outros mais abstratos. Nesse caso há grafismos baseados em elementos tridimensionais. Os elementos em 3D são ideais para conferir profundidade a espaços pequenos.

O grafismo pode contar com linhas que seguem o formato Chevron, Quatrfoil e o Greek Key, que emula elementos da arquitetura helênica.
 

Linhas e Curvas em Equilíbrio!


A aplicação na decoração requer equilíbrio, evitando assim que o ambiente fique monótono e sem harmonia. Por isso, é interessante pensar no tipo de grafismo, o tamanho do ambiente e disponibilidade. Em espaços menores, por exemplo, linhas cheias, grossas e escuras vão deixá-lo denso e com mais profundidade. Já para ambientes amplos, vale apostar em riscos e pontilhados, que proporcionará ao campo de visão uma sensação de harmonia e simetria.

Portanto, verifique suas possibilidades e opte pelo modelo que mais se adequará ao seu espaço e tenha em mente qual efeito desejaria em sua casa. Separamos uma seleção de ambientes que foram decorados com as técnicas apresentadas aqui de grafismo, vale a pena conferir!


Veja Também!

Decoração de Ambiente com Plantas

Decoração: Papel de Parede ou Tecido?

Diferenças entre as Camas King e Queen Size!

Dicas de como decorar o quarto do seu bebê!

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: